Inape | Areté Infantil | Areté | Techné | Instituto noitikos de apoio ao ensino – São Paulo

Projeto Areté – objetivos, diferenciais e público-alvo

Projeto Areté – objetivos, diferenciais e público-alvo

Com o objetivo de oferecer atividades extracurriculares planejadas contando com o apoio de uma equipe especializada, o Projeto Areté surgiu em março de 2017 e se tornou um dos principais projetos do INAPE – Instituto Noitikos de Apoio ao Ensino.

Principais Objetivos

Através das atividades extracurriculares, o projeto tem o objetivo de desenvolver a capacidade cognitiva, motora, social e cultural de cada jovem, além de desenvolver as habilidades acadêmicas e sociais de maneira interativa e participativa, e proporcionar um tempo de qualidade para os alunos, com atividades educativas, prazerosas e de estímulos cognitivos.

Público-Alvo

O público-alvo do Projeto Areté é bastante específico:

• Crianças e adolescentes (de 6 a 17 anos) com dificuldades de aprendizagem matriculadas no ensino regular, que são encaminhadas pelas escolas com demandas psicopedagógicas;

• Crianças e adolescentes que necessitam de acompanhamento especializado para a inclusão escolar;

• Crianças e adolescentes que se beneficiam de atividades de socialização e rotina, buscando benefícios escolares.

Uma a cada dez crianças possui problemas de aprendizagem, os mais comuns são:

• Transtorno de deficit de atenção e hiperatividade;

• Dislexia;

• Discalculia;

• Disgrafia;

• Disortografia;

• Problemas emocionais.

O que busca alcançar

O Projeto Areté busca melhorar a capacidade de aprendizado e desenvolvimento de cada aluno como:

• Aumentar a autonomia para os estudos em ambiente escolar e familiar;

• Melhorar a compreensão de regras e orientações nos aspectos comportamentais;

• Desenvolver os avanços nos aspectos da alfabetização em leitura e escrita.

Áreas de Atuação

• Psicoterapia – Promove o equilíbrio emocional e o desenvolvimento psicológico saudável. Trabalha as questões comportamentais que interferem na aprendizagem e nos relacionamentos sociais;

• Psicopedagogia – Otimiza a vida do aluno, orientando e organizando os estudos através de técnicas que facilitam o processo de aprendizagem;

• Fonoterapia – Trabalha prevenção, avaliação e tratamento de problemas na fala, leitura, escrita e audição. São problemas que afetam diretamente o aprendizado;

• Psicomotricidade – Auxilia as crianças que possuem problemas motores, como a lateralidade, organização espacial e temporal, coordenação motora e fina, noção corporal;

• Neuropsicopedagogia – Leva em consideração uma abordagem mais ampla e direcionada aos fatores relacionados à aprendizagem, como a memória e atenção. Engloba os aspectos emocionais, cognitivos e motores.

Diferenciais

Avaliações em equipes multidisciplinares são realizadas para demonstrar o andamento do desenvolvimento de cada criança. Com isso, os pais ou responsáveis podem acompanhar através do relatório de Atendimento Educacional Especializado o desempenho dos jovens.

Além disso, o projeto disponibiliza refeições diariamente, os profissionais reservam um tempo para auxiliar as crianças nas lições de casa, e periodicamente, realiza passeios culturais.

Espaços de Aprendizagem

A estrutura oferece espaços que desenvolvem habilidades em atividades como:

• Musicoterapia – Aprendizado através da música, poesias e ritmos misturados com elementos divertidos e diferenciados;

• Judô – Ajuda a desenvolver a coordenação motora, disciplina, espírito de equipe e condutas de autonomia e autoconfiança;

• Culinária – Uma atividade diferenciada por relacionar aprendizado de matemática, português e inglês, enquanto aprendem receitas fáceis de modo experimental;

• Cinema – Apresentação de filmes culturais e lúdicos;

• Festas – Divertimento em meio ao aprendizado é fundamental; • Passeios Culturais e Lazer – Passeios periódicos para sair da rotina.